icon-emailicon-facebookicon-instagramicon-nexticon-playicon-previcon-twitter
Fetrafi-MG CUT Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro

NOTÍCIAS

16/03/2020
Desemprego é efeito colateral do vírus que precisa ser contido

Uma nota no site da emissora estatal da Irlanda. a RTE, diz que se estima terem sido 140 mil as demissões de trabalhadores desde que o país, há alguns dias, determinou o fechamento total de lojas, bares e restaurantes.

Como a Irlanda é um país de menos de 5 milhões de habitantes, você pode imaginar o estrago que isso representa.

Agora pense no que já está ocorrendo com as empresas aéreas, as aeroportuárias, as de hotelaria, com os prestadores de serviços de turismo, os das áreas de cultura, esportes, lazer etc…

Já pouca gente duvida que, por aqui, acabaremos ter de tomar as mesmas medidas, mesmo com um sujeito que, investido do cargo mas não das responsabilidades de um Presidente.

Alguém aí já ouviu alguma proposta para restringir as demissões sem justa causa? Para, por exemplo, estender, temporariamente, o aviso prévio para dois meses, dando uma chance para a retomada das atividades.

Alguém está falando em linhas de crédito para que pequenos estabelecimentos possam sobreviver à quarentena em que serão lançados?

Claro que não, estamos ouvindo Paulo Guedes exigir que o Congresso lhe dê logo as reformas que são polêmicas e não têm efeitos no curto prazo.

O movimento nas ruas do Rio de Janeiro e nos shoppings caiu expressivamente. É lógico que os donos de pequenos negócios sabem que será isso ou pior e as dispensas de pessoal não vão esperar pelas medidas drásticas.

Fonte: Tijolaço

TAGS: #Emprego