icon-emailicon-facebookicon-instagramicon-nexticon-playicon-previcon-twitter
Fetrafi-MG CUT Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro

NOTÍCIAS

12/12/2019
Orlando da Caixa conquista o prêmio nacional de poesia

O bancário da Caixa de Uberaba, Orlando Coelho Filho, levou o prêmio de melhor poesia nacional do Talentos Fenae/Apcef 2019. A finalíssima com os melhores do país foi realizada dia 7, em Florianópolis (SC).
Emocionado com o anúncio, Orlando dedicou o troféu à esposa e aos filhos. A poesia vencedora é um grito de alerta sobre a tragédia de Brumadinho.
No evento, o vice-presidente da Fenae, Sergio Takemoto, lembrou que a cultura está sendo atacada no Brasil: ‘Não podemos permitir isso’.
Confira a íntegra do poema e premiado:

BRUMADINHO
Para mim as jazidas
Para vós os jazigos
A mim as margaridas
A vós a lama fétida.
Valesse só uma vida
O que ela por se vale
Não haveria esse vale
De lágrimas barrentas.
Soterrados vivos, vivos!
no meio dos sonhos.
Valessem duzentas
A vida como o crivo
Até do que suponho.
E não esse medonho
rio de corpos e argila
Rejeitos das usinas
Que valem privadas
Que valem privadas
Menos que as retinas
Cerradas pelo barro.
Em corpos rejeitos
Na terrível descarga
De lucros macabros
Infames e suspeitos.
- A mim as jazidas
Para vós os jazigos.

TAGS: #Caixa Econômica