icon-emailicon-facebookicon-instagramicon-nexticon-playicon-previcon-twitter
Fetrafi-MG CUT Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro

NOTÍCIAS

25/11/2019
Bancários protestam: mais uma agência bancária será fechada em Uberaba

Duas agências bancárias tiveram seu atendimento ao público paralisado das 10 às 12 horas nesta sexta (22) em protesto contra o fechamento de mais uma agência em Uberaba. O ato foi organizado pela diretoria do Sindicato dos Bancários de Uberaba e região. O fechamento será de uma agência do banco Itaú, a instituição financeira mais lucrativa do Brasil, e deverá ocorrer no início de dezembro. Será a segunda unidade do banco fechada em 2019. A primeira foi a agência “Estádio” na Avenida Leopoldino de Oliveira e agora será a vez da agência “Artur Machado”.

Em nota distribuída a população, os bancários questionam o fechamento: “O banco que mais lucra no país deve fechar agências?” Apenas nos nove primeiros meses de 2019, o Itaú lucrou R$ 21 bilhões. E nos últimos 12 meses, o banco fechou 3534 postos de trabalho no Brasil.
Na avaliação da diretoria do sindicato, o anúncio do segundo fechamento de agência em 2019, significa uma virada de costas do banco para a cidade de Uberaba. A nota da entidade diz que o fechamento prejudica os clientes, leva ao desemprego, sobrecarrega os bancários e prejudica a economia da cidade. “Quem lucra tanto deveria contratar mais funcionários e aumentar o atendimento”, finaliza a nota do sindicato. (Foto: Sindicato dos Bancários)

Mobilização contra a MP 905
Bancários de todo o país se mobilizaram nesta quinta (21) contra a Medida Provisória 905 do governo Bolsonaro, considerada uma nova reforma trabalhista no país. A nova legislação traz prejuízos para todos os trabalhadores. Os bancários tiveram sua jornada de trabalho semanal ampliada de 30 para 44 horas semanais, sem acréscimo salarial. A MP também libera o trabalho aos sábados, domingos e feriados em todas as categorias, sem pagamento de hora extra.

Na outra ponta, as medidas reduzem a carga tributária dos empresários (“Bolsa-patrão”), cuja diferença será paga pelos trabalhadores e desempregados. Em recente reunião com a Federação dos Bancos, os sindicatos dos bancários conseguiram impedir a aplicação de qualquer alteração no trabalho da categoria até que haja uma ampla negociação entre as partes. Em Uberaba houve panfletagem nas agências e postos de atendimento.

TAGS: #ITAÚ