icon-emailicon-facebookicon-instagramicon-nexticon-playicon-previcon-twitter
Fetrafi-MG CUT Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro

NOTÍCIAS

01/09/2020
ACORDO COM REAJUSTE E MANUTENÇÃO DOS DIREITOS É APROVADO EM TODO O PAÍS

Por ampla maioria em todo o país, os bancári@s aprovaram a Convenção Coletiva de Trabalho Nacional (CCT) que garante direitos em todo o país. A categoria aprovou a proposta final negociada pelo Comando Nacional d@s Bancári@s com a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). Também foram aprovados os acordos coletivos dos bancos públicos (Caixa e Banco do Brasil).

O acordo garante reajuste salarial e abono de R$ 2 mil em 2020, aumento real em 2021, além da manutenção dos direitos da Convenção Coletiva e dos acordos específicos dos bancos públicos. O resultado da negociação foi positivo para a categoria bancária de acordo com a presidenta da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira.

“Na conjuntura que a gente fez a campanha, de pandemia, de crise econômica, desemprego, de um governo de extrema direita e que ataca direitos, o resultado dessa campanha é muito bom. A categoria manteve todos os direitos. Isso se dá graças à nossa organização nacional”, avaliou Juvandia, coordenadora do Comando Nacional dos Bancários, que negociou com a Fenaban.

Para 2021, o acordo garante a reposição do INPC acumulado no período (1º de setembro de 2020 a 31 de agosto de 2021) e aumento real de 0,5% para salários e demais verbas como vale-alimentação e vale-refeição, assim como para os valores fixos e tetos da PLR. A proposta prevê ainda a manutenção de todas as cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho e dos acordos específicos de bancos públicos por dois anos.

TODOS GANHAM

O acordo vai ajudar a economia brasileira. Reajustes de salários, vales e da Participação nos Lucros e Resultados (PLR) terão um valor total de R$ 8.098.464.934,10, de acordo com dados do Departamento Intersindical de Estudos e Estatísticas Socioeconômicas (Dieese). Somente o impacto da PLR é de R$ 6.211.796.397,21 na economia. O reajuste salarial, incluído o abono, vai implicar na injeção de outros R$ 757.064.915,60.

Restaurantes, lanchonetes e supermercados de todo o país também terão um alívio com a injeção de outros R$ 223.047.621,29, referentes ao reajuste dos vales refeição e alimentação. “Quando o trabalhador ganha, toda a sociedade ganha. Com esses valores, os bancários vão consumir, o comércio vai vender, vão reformar suas casas, vão pagar suas dívidas. Ganha a economia e ganha o governo, que arrecada mais, quando a economia gira”, afirmou a presidenta Contraf-CUT.

VEJA O RESUMO DAS NEGOCIAÇÕES COM A FENABAN

☑ Todos os DIREITOS das Convenções Coletivas de Trabalho foram mantidos.

☑REAJUSTE
PROPOSTA INICIAL: Fenaban propôs reajuste ZERO.
PROPOSTA FINAL PARA 2020: Reajuste de 1,5% para salários + abono de R$ 2 mil para todos. Garante em 12 meses valores acima do que seria obtido apenas com a aplicação do INPC para salários até R$ 11.202,80, o que representa 79,1% do total de bancários (isso já considerando o pagamento de 13°, férias e FGTS). INPC sobre VR, VA, auxilio creche/babá, valores fixos e tetos da PLR.
PROPOSTA FINAL PARA 2021: Reposição da inflação + 0,5% de aumento real para salários e demais verbas, como VA, VR, auxílio-creche, valores fixos e tetos da PLR.

☑ PLR
COMO COMEÇOU: Fenaban queria redução da PLR em até 48%
PROPOSTA FINAL: Mantida a regra atual da PLR como está e corrigidos os valores fixos pela inflação (INPC 2020).
EXEMPLO: na primeira proposta um caixa ganharia, em média, R$ 9.950,62. Após a negociação ganhará, em média, R$ 10.888,19

☑ AUXÍLIOS
AUXÍLIO-REFEIÇÃO: de R$ 807,40 para R$ 829,52(INPC). Proposta inicial: zero reajuste.
AUXÍLIO-ALIMENTAÇÃO: de R$ 636,17 para R$ 653,52(INPC). Proposta inicial: zero reajuste
CESTA DE NATAL: de R$ 636,17 para R$ 653,52(INPC). Proposta inicial: extinção
AUXÍLIO CRECHE/BABÁ: de R$ 488,61 para R$ 502,00(INPC) Proposta inicial: zero reajuste

☑ GRATIFICAÇÃO DE FUNÇÃO
A gratificação de função seria rebaixada de 55% para 50%. Conseguimos derrubar e manter a redação de 2018.

☑ HOME OFFICE
Todas os direitos previstos na CCT por dois anos também valem para esses trabalhadores que estiverem em teletrabalho.
Compromisso de que quem está em teletrabalho hoje permanecerá enquanto a pandemia perdurar.
Não conseguimos evoluir para uma cláusula especifica na Convenção sobre os demais pontos que reivindicamos, mas conseguimos compromisso de alguns bancos de negociar o home office com garantia de respeito à jornada; móveis adequados; fornecimento de equipamentos; ajuda de custo etc. Em breve anunciaremos.

☑ QUANDO VEM A PLR E O ABONO?
O pagamento de ambos deverá ser feito até em 30/09/2020.

Fonte: ContrafCUT

TAGS: #Campanha Salarial